Lista de livros obrigatórios da Fuvest tem alteração


Postado por Estela Capra em 17/05/2017



   Curso de Férias

        13/12/2018


   Colégio concede bolsa para cursinho

        12/12/2018


   Fundação promove cantatas de Natal

        06/12/2018


   Confira as fotos do Natal da Fundação

        03/12/2018


   Inscrição para concurso de bolsas vai até dia 7

        03/12/2018



Nesta semana, a Fundação Universitária para o Vestibular (Fuvest) divulgou a lista de leituras obrigatórias para realização do vestibular 2018 com uma novidade com relação à lista do ano passado.

 

Sai a obra “Capitães da Areia”, de Jorge Amado e entra “Minha Vida de Menina”, de Helena Morley. As outras leituras cobradas são “Iracema” de José de Alencar; “Memórias Póstumas de Brás Cubas” de Machado de Assis; “O Cortiço” de Aluísio Azevedo; “A Cidade e as Serras” de Eça de Queirós; “Vidas Secas” de Graciliano Ramos; “Claro Enigma” de Carlos Drummond de Andrade; “Sagarana” de João Guimarães Rosa e “Mayombe” de Pepetela.

 

A Universidade de Campinas (Unicamp) também divulgou sua lista com alteração. Foram acrescentados o conto “O Espelho” de Machado de Assis; o teatro “O Bem Amado” de Dias Gomes; e os sermões de Antônio Vieira "Sermão de Quarta-feira de Cinza" – Ano de 1672; "Sermão de Quarta-feira de Cinza" – Ano de 1673 e "Sermão de Quarta-feira de Cinza" – Para a Capela Real.

 

Além destes textos, o vestibular cobra a leitura das poesias de Luís de Camões, “Sonetos”; e Jorge de Lima, “Poemas Negros”. Os contos pedidos são “Amor” de Clarice Lispector (do livro “Laços de Família”); “A Hora e a Vez de Augusto Matraga” de Guimarães Rosa (do livro Sagarana) e “Negrinha” de Monteiro Lobato (do livro Negrinha). E, entre os romances, estão “O Cortiço” de Aluísio Azevedo; “Coração, Cabeça e Estômago”, de Camilo Castelo Branco; “Caminhos Cruzados” de Érico Veríssimo e “Terra Sonâmbula” de Mia Couto.





Lista de livros obrigatórios da Fuvest tem alteração


Postado por Estela Capra em 17/05/2017



   Curso de Férias

        13/12/2018


   Colégio concede bolsa para cursinho

        12/12/2018


   Fundação promove cantatas de Natal

        06/12/2018


   Confira as fotos do Natal da Fundação

        03/12/2018


   Inscrição para concurso de bolsas vai até dia 7

        03/12/2018



Nesta semana, a Fundação Universitária para o Vestibular (Fuvest) divulgou a lista de leituras obrigatórias para realização do vestibular 2018 com uma novidade com relação à lista do ano passado.

 

Sai a obra “Capitães da Areia”, de Jorge Amado e entra “Minha Vida de Menina”, de Helena Morley. As outras leituras cobradas são “Iracema” de José de Alencar; “Memórias Póstumas de Brás Cubas” de Machado de Assis; “O Cortiço” de Aluísio Azevedo; “A Cidade e as Serras” de Eça de Queirós; “Vidas Secas” de Graciliano Ramos; “Claro Enigma” de Carlos Drummond de Andrade; “Sagarana” de João Guimarães Rosa e “Mayombe” de Pepetela.

 

A Universidade de Campinas (Unicamp) também divulgou sua lista com alteração. Foram acrescentados o conto “O Espelho” de Machado de Assis; o teatro “O Bem Amado” de Dias Gomes; e os sermões de Antônio Vieira "Sermão de Quarta-feira de Cinza" – Ano de 1672; "Sermão de Quarta-feira de Cinza" – Ano de 1673 e "Sermão de Quarta-feira de Cinza" – Para a Capela Real.

 

Além destes textos, o vestibular cobra a leitura das poesias de Luís de Camões, “Sonetos”; e Jorge de Lima, “Poemas Negros”. Os contos pedidos são “Amor” de Clarice Lispector (do livro “Laços de Família”); “A Hora e a Vez de Augusto Matraga” de Guimarães Rosa (do livro Sagarana) e “Negrinha” de Monteiro Lobato (do livro Negrinha). E, entre os romances, estão “O Cortiço” de Aluísio Azevedo; “Coração, Cabeça e Estômago”, de Camilo Castelo Branco; “Caminhos Cruzados” de Érico Veríssimo e “Terra Sonâmbula” de Mia Couto.