Ações Sociais - Vida Iluminada



A Associação da Mulher Unimediana, em parceria com a AMAI (Associação e Movimento de Assistência ao Indivíduo Deficiente) e as Faculdades Integradas de Jaú (Curso de Pedagogia), por meio deste projeto, visam promover a integração social, educacional, moral e profissional das pessoas com necessidades visuais especiais.
A deficiência visual pode ser definida como incapacidade de ver, proveniente da imperfeição do sistema visual ou do próprio órgão da visão. Para fins educacionais, podemos separar as pessoas com deficiência visual em:

- Pessoas com visão Subnormal: as que utilizam recursos ópticos específicos, como óculos, lupas,telescópios, telelupas e outros.
- Pessoas com cegueira: aquelas cujo processo educativo far-se-á por intermédio dos sentidos remanescentes (tato, audição,olfato e paladar). O sistema de leitura e escrita braile é o mais importante recurso inventado para educação de pessoas cegas no mundo todo. Ele usa o tato no lugar da visão.

Público alvo:

- Pessoas com necessidade educativas especiais

Missão e objetivos do projeto:

- Atender e dar suporte às pessoas com necessidades visuais especiais e suas famílias, promovendo sua inclusão social, desenvolvendo suas potencialidades num alto grau de normalidade, conscientizando-as de que são seres  capazes e produtivos, aptos a ocupar espaços considerados vitais em nossa sociedade, sendo respeitados e valorizados, sem qualquer discriminação.
- O objetivo maior é o trabalho voluntário com a finalidade de contribuir para a qualidade de vida da sociedade, despertando  o exercício da cidadania.
- O Projeto Vida Iluminada vem conquistando adeptos desde 2003 que também vêem na solidariedade, um forma digna de exercer a cidadania, através do trabalho voluntário. É o caso das alunas do Curso de Pedagogia das Faculdades Integradas de Jaú, que estão aderindo ao trabalho voluntário em prol da melhoria da qualidade de vida da população.

Atividades desenvolvidas pelas voluntárias:

a) Atividades sociais:

- Treinamento de locomotividade. (voluntárias desenvolvem treinamento de espaço na residência das crianças portadores de necessidades visuais, explorando locais dos arredores).

b) Atividades Pedagógicas:

- Auxílio na coordenação motora com materiais específicos, incluindo método braile.
- Atividades de reforço para possíveis encaminhamentos necessários (fonoaudiológico, psicológico...).

Local de realização:
Sede da AMAI - Jaú