Faculdade abre 2ª turma do curso Promotoras Legais Populares


Postado por Estela Capra em 21/03/2017


As Faculdades Integradas de Jaú estão com inscrições abertas para o curso Promotoras Legais Populares. O projeto, iniciado no ano passado na instituição, é voltado para mulheres acima dos 16 anos e que tenham o interesse de aprender sobre seus direitos e deveres, conhecer legislações e atuar em comunidades que necessitam de ajuda. As matrículas são gratuitas e seguem até o dia 20 de abril.

 

São ofertadas 80 vagas e as aulas são aos sábados, a partir do dia 29 de abril, às 9h. A previsão é que o curso termine em novembro de 2017. A iniciativa é promovida com a parceria da Câmara Municipal de Jaú, o Centro de Referência e Atenção à Mulher (Casa Rosa), a Comissão da Mulher Advogada (OAB), a Defensoria Pública e o Núcleo de Enfrentamento à Violência contra a Mulher (Ministério Público).

 

As inscrições podem ser realizadas no Núcleo de Prática Jurídica da faculdade ou na Casa Rosa de Jaú. Além das aulas teóricas, as alunas realizam visitas técnicas em instituições de atendimento à mulher e de promoção da cidadania. No ano passado, mais de 40 alunas se formaram na primeira turma do curso.




Faculdade abre 2ª turma do curso Promotoras Legais Populares


Postado por Estela Capra em 21/03/2017


As Faculdades Integradas de Jaú estão com inscrições abertas para o curso Promotoras Legais Populares. O projeto, iniciado no ano passado na instituição, é voltado para mulheres acima dos 16 anos e que tenham o interesse de aprender sobre seus direitos e deveres, conhecer legislações e atuar em comunidades que necessitam de ajuda. As matrículas são gratuitas e seguem até o dia 20 de abril.

 

São ofertadas 80 vagas e as aulas são aos sábados, a partir do dia 29 de abril, às 9h. A previsão é que o curso termine em novembro de 2017. A iniciativa é promovida com a parceria da Câmara Municipal de Jaú, o Centro de Referência e Atenção à Mulher (Casa Rosa), a Comissão da Mulher Advogada (OAB), a Defensoria Pública e o Núcleo de Enfrentamento à Violência contra a Mulher (Ministério Público).

 

As inscrições podem ser realizadas no Núcleo de Prática Jurídica da faculdade ou na Casa Rosa de Jaú. Além das aulas teóricas, as alunas realizam visitas técnicas em instituições de atendimento à mulher e de promoção da cidadania. No ano passado, mais de 40 alunas se formaram na primeira turma do curso.