Fundação Educacional Dr Raul Bauab - Notícias

Um brinde à pesquisa

adcac931d7e9dde68955d435781c066f.jpg
Promovido pela primeira vez em Jaú, Pint of Science teve apoio das FIJ


Por Bianca Zaniratto

Aquisição de conhecimento, expansão de network, incremento no rol de amizades não virtuais e melhoria da performance das papilas gustativas. Essas foram algumas das experiências proporcionadas pela primeira edição do Pint of Science Jaú, evento promovido de 20 a 22 de maio deste ano. Neste debut, a organização local já entrou de cabeça, com três bares parceiros e dois palestrantes por noite. Resultado: 18 encontros nos quais a ciência norteou as discussões, regadas à cerveja (reconfortante e gelada, diga-se de passagem!).

Esses 18 cientistas que se dispuseram a compartilhar, voluntariamente, suas noites, pesquisas e experimentos com o público em geral pertencem a seis instituições de ensino superior e/ou de pesquisa. São profissionais e professores da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (Apta), Centro de Ensino e Pesquisa do Hospital Amaral Carvalho, Faculdade de Tecnologia (Fatec) Jaú, Faculdade FGP (Pederneiras), Faculdades Integradas de Jaú e Universidade Federal Uberlândia (UFU).

Do mesmo modo, os estabelecimentos parceiros – Barban Pub, Heir Beer e Shed Sport Bar - não titubearam em encarar o desafio de sediar o Pint of Science Jaú e colocaram estafe e estrutura à disposição, mesmo em dias que costumeiramente não funcionam, para que o evento pudesse acontecer.

O Pint of Science começou em 2012, em Londres, e tornou-se o maior congresso informal mundial. Este ano foi promovido em 24 países, simultaneamente, sendo que o Brasil é o campeão em adesão, com 85 cidades participantes. A ideia é disseminar ciência em um ambiente descontraído, com uma linguagem leve.

Em Jaú, a ideia surgiu em uma mesa de bar (melhor cenário impossível!). “O Pint of Science Jaú foi um desafio. Desses que a gente tem prazer em encarar. A ideia surgiu de uma conversa entre nós (eu, Bianca Zaniratto e Marcel Bertonzzin) em um dos nossos encontros semanais. Aprendemos que a ciência precisa ser mais divulgada na comunidade, as pessoas precisam ter acesso livre ao conhecimento e às produções científicas de sua região e que esse tipo de festival tem uma aceitação enorme da população e atrai a atenção dos leigos”, diz Renan Floret Turini Claro, um dos organizadores locais.

 

Engajamento

 

Vinculado à UFU, o jauense Jefferson Luis Ferrari, que é pesquisador na área de química, abraçou desde o primeiro momento o Pint of Science Jaú, e aproveitou a oportunidade para dividir seu conhecimento sobre nanotecnologia com familiares, amigos e colegas de Jaú.

Do mesmo modo, o grupo de docentes pesquisadores da Fatec também se mostrou prontamente entusiasta da iniciativa e participou com quatro pesquisas desenvolvidas na instituição. “Falar de pesquisa num ambiente diferente do acadêmico me assustou no início, mas foi incrível sentir o interesse das pessoas que estavam no bar pelo tema, pela palestra... participaram, fizeram perguntas... Jaú não é uma cidade tradicional em termos de ensino superior e pesquisa... então, fazer parte desse evento em nível internacional foi muito bacana! Fizemos história! Conversamos sobre ciência e tomamos cerveja sem que uma coisa atrapalhasse a outra, ao contrário! Experiência que levarei para a vida! Amei!”, afirma a professora doutora Cida Zem Lopes, da Fatec, que discorreu sobre o uso das tecnologias digitais no processo de ensino e aprendizagem.

Colega de instituição de Cida, o professor doutor Jozrael Henriques Rezende falou aos ouvintes sobre árvores nativas e potencial econômico, assim como situação arbórea do município. “Foi uma experiência enriquecedora, diferente e única. É possível conciliar ciência com entretenimento. É possível traduzir a linguagem científica para a informalidade e torná-la atrativa a pessoas que não são da área. Tive uma receptividade muito boa após o evento. Estou muito feliz de ter participado.”

Como bem observa a carta-manifesto enviada pela coordenação nacional para todas as cidades que sediaram o PoS: “uma democracia é baseada em liberdade. Mas somente somos livres para escolher se temos acesso à informação”. E que venha, em 2020, a segunda edição do Pint of Science Jaú. Saúde e até lá!

Fotos: Divulgação

 

Todas Notícias

Confira as Fotos



Notícias Relacionadas